MEI tem novo valor de contribuição mensal; o que muda para microempreendedores individuais do RN?

MEI tem novo valor de contribuição mensal; o que muda para microempreendedores individuais do RN?

Agora a taxa é de R$ 70,60 para garantir benefícios como aposentadoria e auxílio-doença.

Junto ao reajuste do salário mínimo — de R$ 1.320 para R$ 1.412 —, também houve aumento na contribuição previdenciária para microempreendedores individuais (MEIs). Agora, o valor subiu de R$ 66 para R$ 70,60 para o MEI geral; e de R$ 158,40 para R$ 169,44 para o MEI caminhoneiro.

Muitos potiguares têm dúvidas sobre o motivo do pagamento desses impostos. O Conselho Regional de Contabilidade do Rio Grande do Norte (CRCRN) explica por que o MEI precisa pagar a contribuição previdenciária.

A quantia está inclusa no Documento de Arrecadação do Simples Nacional (DAS), que os empreendedores precisam pagar até o dia 20 de cada mês — e que também cobra outros impostos, dependendo da atividade exercida. Assim, o MEI garante benefícios previdenciários, como aposentadoria por invalidez, auxílio-reclusão, pensão por morte e salário-maternidade.

MEIs também precisam ficar atentos a outras obrigações tributárias durante o ano, como a adesão ou regularização do Simples Nacional, declaração anual e emissão de notas fiscais.

Compartilhe essa publicação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Precisa de Ajuda?