Segunda a Sexta 8h às 12h | 13h às 17h
(84) 3211-8505

Carnê Leão e Livro Caixa são temas da 4ª edição do CRCRN Integra

Conselheiro Josué Lins foi o palestrante desta segunda-feira (1), no nosso canal do Youtube.

Por Comunicação CRCRN, CRCRN — Natal-RN

02-JUN-2020 09:11:00

Carnê Leão e Livro Caixa são temas da 4ª edição do CRCRN Integra

A quarta edição do ciclo de palestras CRCRN Integra teve como convidado, nesta segunda-feira (1), o contador, professor e conselheiro Josué Lins. Ele falou sobre Livro Caixa e Carnê Leão, descomplicando o assunto para contadores/as e também outros/as profissionais que acompanharam a live.

"O assunto não é dos mais difíceis, mas sempre gera dúvidas no dia a dia, e falar sobre ele é uma grande troca de experiências", afirmou Josué. A conselheira Radna Rocha, mediadora, ao abrir esta quarta edição, ressaltou mais uma vez a importância da iniciativa. "São temas técnicos relevantes para a classe contábil", disse.

O que é o Carnê Leão? O conselheiro iniciou sua fala explicando que trata-se de uma forma de recolhimento mensal obrigatória para profissionais liberais, de pessoa física para pessoa física ou recebendo do exterior. "É um softawe relativamente simples, mas nem todos gostam de fazer, por isso acho que é um bom mercado para o contador explorar", pontuou Josué.

Quem deve preencher? Segundo o conselheiro, o Carnê Leão é obrigatório para profissionais liberais ou autônomos que recebem de pessoa física, locadores de imóveis quando alugam a pessoas físicas, pensionistas e notários. "O Carnê Leão pode servir inclusive como comprovante de renda para autônomos".

Josué explicou a transição de não-obrigatório para obrigatório pela qual passou o Carnê Leão ao longo dos anos e também orientou sobre o preenchimento correto, informação útil para contadores/as e também profissionais liberais e autônomos, além de tirar diversas dúvidas sobre as despesas que são dedutíveis.

"Até 2014, por exemplo, o médico não precisava se preocupar em informar o CPF do paciente, mas a partir de 2015 sim", explicou. "O maior desafio do contador é investir neste nicho e convencer os profissionais liberais da importância de um planejamento", disse o contador.

Josué também falou sobre a necessidade de o contribuinte autônomo estar atento ao recolhimento previdenciário, explicou sobre ISS Autônomo e as orientações para a declaração do Imposto de Renda.

"O profissional liberal precisa ser informado sobre a obrigação de prestar contas mensalmente, ter esta rotina", alerta Josué. "Não pode ser feito apenas no momento da entrega da Declaração de Ajuste Anual, e o contador precisa ficar mais próximo, acompanhando a movimentação financeira do cliente".

Clique aqui e confira a palestra completa